E se os aviões pousassem em círculos? O alemão Henk Hesseling estuda há anos os benefícios de aeroportos com pistas circulares

Já imaginou pousar em um avião vendo outros dois pousarem ao mesmo tempo? E se não tivesse aquela sensação de frio na barriga? Tudo isso faz parte da ideia desenvolvida e estudada há anos pelo alemão Hank Hesseling.

O segredo desse novo avião está em utilizar a força centrífuga para decolar e aterrissar na pista de 3.5km de diâmetro. A pista circular tem o mesmo tamanho de 4 pistas convencionais, mas suportaria, segundo os estudos, a atividade equivalente a quatro pistas convencionais.

Veja as vantagens que Henk defende em seu projeto:

  • Até três aviões podem pousar ao mesmo tempo
  • Não dá a sensação de uma montanha russa/frio na barriga. Os passageiros sentem o mesmo que qualquer curva no céu.
  • Impacto social: menos barulho na área da aterrissagem.
  • Impactos ao meio ambiente: menos combustível queimado no local de aterrissagem.

O projeto da pista infinita, ou “endless runway”, existe desde a década de 1960, e hoje passa por testes em simuladores. Veja mais informações neste vídeo.

Muitos criticam a ideia, dizendo que um simulador não é capaz de dinamizar todas as situações possíveis. Também comentam que a força centrífuga na aterrissagem seria muito mais forte do que o alemão imagina. Veja algumas das críticas aqui.

Foto: Reprodução.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.