Eletrônicos orgânicos vão mudar a forma com que você se relaciona com tecnologia Estudos da Universidade de Tóquio têm feito experimentos de materiais à base de carbono que podem ser inseridos na pele

Celular no bolso e relógio no pulso? A tecnologia dos eletrônicos orgânicos vai deixar as inovações cada vez mais ligadas às pessoas. A tecnologia utiliza semicondutores orgânicos à base de carbono (em vez de silício, como é usual).

Na Universidade de Tóquio, um grupo de pesquisa desenvolveu emplastros transparentes chamados de “pele optoeletrônicos” que possuem um display ultra-fino feito de LED flexível que pode ser colocado na sua própria mão.

O campo da “eletrônica orgânica” está crescendo, e outra nova tecnologia é a de células solares impressas à tela do computador que, apenas rolando pra cima, você a enrola e guarda no bolso.

Foto: The Conversation
Foto: The Conversation

Os materiais semicondutores orgânicos vêm em duas formas: como uma pequena molécula de algumas dezenas ou centenas de átomos, ou como longas cadeias de milhares de moléculas de repetição (um plástico). Não costumamos pensar no plástico como condutor de eletricidade, mas durante a década de 1970, pesquisadores perceberam esse potencial condutor e semicondutor do plástico.

Com essa nova pesquisa em desenvolvimento, agora existem semicondutores orgânicos com bom desempenho suficiente para que comecem a ser comercializados. A vantagem é que os semicondutores orgânicos podem sofrer outros tipos de modificações, como tornar-se solúveis e ganhar aspecto de tinta. Isso significa que já é possível imprimir circuitos eletrônicos na mesma escala em que se imprime jornais, com flexibilidade incomparável.

Conheça aqui algumas inovações que os eletrônicos orgânicos possibilitam!

Mariana Caires

Deixe um comentário em Eletrônicos orgânicos vão mudar a forma com que você se relaciona com tecnologia Estudos da Universidade de Tóquio têm feito experimentos de materiais à base de carbono que podem ser inseridos na pele