Engenheiros reaproveitam água descartada de cervejarias para armazenamento de energia Estudo da Universidade do Colorado em Boulder é baseado no fungo Neurospora crassa

Na Universidade do Colorado em Boulder, engenheiros desenvolveram um processo inovador que cria energia da água proveniente de fábricas de cerveja. Com a utilização de um organismo biológico, que é cultivado nos resíduos da fábrica, criam materiais à base de carbono que tornam as células capazes de armazenar energia.

A novidade promete ser uma solução para reduzir os altos custos dos tratamentos de águas residuais de cerveja, que poderá ajudar na criação de tecnologias de combustíveis renováveis e de origem natural.

am-2016-093008_0008

O principal autor do estudo, Tyler Huggins, contou em entrevista que “Fábricas de cerveja usam cerca de sete barris de água para cada barril de cerveja produzida, e essa água não pode ser despejada para o esgoto sem uma filtração”.

Segundo os pesquisadores, o fungo chamado de Neurospora crassa cresce rapidamente na água residual.

Leia mais informações sobre a pesquisa em: http://phys.org/news/2016-10-brewery-wastewater-energy-storage.html#jCp

ou: Tyler M. Huggins et al. Controlled Growth of Nanostructured Biotemplates with Cobalt and Nitrogen Codoping as a Binderless Lithium-Ion Battery Anode, ACS Applied Materials & Interfaces (2016). DOI: 10.1021/acsami.6b09300

Mariana Caires

Deixe um comentário em Engenheiros reaproveitam água descartada de cervejarias para armazenamento de energia Estudo da Universidade do Colorado em Boulder é baseado no fungo Neurospora crassa