Entenda como funciona a Aceleração de Partículas em 5 minutos Conheça curiosidades sobre o processo que têm trazido benefícios para o entendimento das partículas

O Large Hadron Collider (LHC) é o maior e mais poderoso acelerador de partículas já criado.
Os primeiros dispositivos do tipo são desenvolvidos desde a década de 1930.
Os aceleradores de partículas têm sido utilizados para criar medicamentos, no tratamento de doenças como o câncer.

O que é um acelerador de partículas?

A maioria das pessoas não entende muito bem como os aceleradores de partículas trabalham, e podem até parecer caber melhor em filmes de ficção científica que na vida real, mas eles estão bem mais perto do que imaginamos.

Eles são peças utilizadas por físicos para investigar a estrutura das partículas atômicas. O maior e mair poderoso até hoje é o Large Hadron Collider (LHC), que fica na fronteira entre França e Suíça, perto de Genebra.

O objetivo de um acelerador de partículas é energizar uma partícula pela aceleração. Alguns dispositivos fazem com que as partículas viagem em um looping (acelerador circular), outros em linha reta. Os átomos no LHC são girados em uma velocidade de 27 km/h, até que colidem. A colisão é de mais de um bilhão de prótons por segundo.

Os usos são diversos, entre os mais importantes está a ajuda que tem dado na fabricação de medicamentos no combate ao câncer.

Quer saber mais? O vídeo a seguir explica direitinho:

Via Futurism

Deixe uma resposta