Estime o impacto ambiental de deixar seu carro em casa

Muita gente, principalmente em grandes metrópoles, se tornaram completamente dependentes do carro. E essa situação se agrava mais por que a infraestrutura do transporte público é precária e tem um nível de conforto péssimo nos horários de pico.

Estação Sé em horário de pico. Foto: Divulgação/Viatrolebus
Estação Sé em horário de pico. Foto: Divulgação/Viatrolebus

A cidade São Paulo vem tentando melhorar, incentivando os cidadãos a utilizarem novos modais de transporte, como a bicicleta, além de incentivar a ocupação de pedestres em regiões onde só passavam carros, como o fechamento da avenida Paulista aos domingos por exemplo.

Mudanças, principalmente no hábito das pessoas, levam tempo e geram muitos críticas. Mas em tempos de aquecimento global e mudanças climáticas, é importante saber qual o impacto que nosso carro causa ao planeta e ponderar sobre se existe mesmo uma real necessidade de usá-lo. E com o Simulador de Impactos Ambientais desenvolvido pela ANTP (Associação Nacional de Transportes Público) em parceria com a WWF, medir o impacto ambiental causado pela troca de modais de transporte ficou muito mais fácil.

O simulador é capaz de medir os impactos ambientais causados pelo automóvel em cada cidade brasileira com mais de 60 mil habitantes. Selecione o Estado, a cidade e defina a porcentagem de viagens feitas atualmente por um modal que deve ser transferida para outro. Na tela seguinte, o sistema exibe o resultado:

Tela inicial do simulador
Tela inicial do simulador
Em um universo muito otimista, onde o transporte público de São Paulo seria o melhor que já existiu, a troca de 40% das viagens de carro para ônibus seria conservadora :p
Em um universo muito otimista, onde o transporte público de São Paulo seria o melhor que já existiu, a troca de 40% das viagens de carro para ônibus seria conservadora :p

Segundo pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo, 63% dos poluentes atmosféricos emitidos na capital paulistana é emitida por carros, motos, caminhões e ônibus. Outros dados alarmantes, também divulgados em pesquisas realizadas pela USP revelam que a poluição atmosférica em São Paulo é 2,5 vezes maior que o limite estipulado pela Organização Mundial de Saúde. Ainda, segundo pesquisa liderada por Paulo Saldiva, professor e pesquisador da USP, a poluição atmosférica mata quatro mil pessoas por ano em São Paulo.

Poluição em Paris“. Licenciado sob CC BY-SA 3.0 via Wikimedia Commons.

Incentivos para uso do transporte público ou da bicicleta, como os que estão ocorrendo em São Paulo já estão causando mudanças na nossa cidade: pesquisa publicada pela rede Nossa São Paulo indica uma queda de 56% para 45% do número de pessoas que usam o carro todos ou quase todos os dias na maior cidade do Brasil entre 2014 e 2015.

Será que não já passou da hora de repensarmos nossos hábitos de locomoção?

Você pode consultar a metodologia utilizada na simulação clicando aqui.

Com informações de Outra Cidade, Agência USP (1, 2) e Blog Ponto de Ônibus

Douglas Moura

Fundador do Engenharia Livre, engenheiro civil e programador. Procuro sempre compartilhar as melhores informações do mundo da Engenharia.
Deixe um comentário em Estime o impacto ambiental de deixar seu carro em casa