Nós testamos o Kindle

E-readers não são novidade no mercado. Desde que a Amazon lançou o Kindle, vários outros e-readers já apareceram no mercado. Aqui no Brasil, além do Kindle, ainda temos disponível o Kobo, da Livraria Cultura e o Lev, da Saraiva. A Amazon gentilmente cedeu um Kindle para o Engenharia Livre e vamos mostrar todas as vantagens e desvantagens de se ter um e-reader.

Primeiras impressões

O único acessório que vem junto com o Kindle é um cabo USB para transferência de dados e carregamento. A tela é sensível ao toque, e o único botão presente no dispositivo é o botão de ligar e desligar, que também serve para deixar a tela em modo de descanso.

A tela é de 6 polegadas, com uma densidade de 167 pixels por polegada e vem com um espaço de armazenamento interno de 4GB, além de Wi-Fi. Durante os meus testes, achei a leitura de e-books confortável, já alguns PDFs não foram muito fáceis de ler (isso já era esperado, já que, em geral, um PDF é impresso em uma folha A4). Assim que ligamos o aparelho, aparece um pequeno tutorial mostrando as funções do sistema: como acessar o menu e como fazer anotações e marcações nos livros digitais.

image

O Kindle ainda dispõe de um navegador experimental. Com ele você pode acessar a maioria dos sites, mas não espere muita interatividade com a página – afinal, o dispositivo foi fabricado para leitura, não para navegação na internet. Em algumas ocasiões, essa função é muito útil. Só tem um problema: você não pode baixar nada pelo navegador: o único modo de enviar arquivos para o seu Kindle é através do cabo USB, baixando da loja ou configurando um e-mail para enviar seus arquivos (essa é uma função bem interessante).

Você também pode baixar um dicionário gratuitamente na loja da Amazon e você pode usá-lo durante a leitura. Dicionários de várias línguas estão disponíveis.

O veredito: O Kindle não substitui um tablet. Se é isso que você está procurando nele, esqueça. Seu foco é na leitura e nisso ele se destaca. A versão mais básica testada por nós está à venda no site da Amazon por R$ 299,00.

Douglas Moura

Fundador do Engenharia Livre, engenheiro civil e programador. Procuro sempre compartilhar as melhores informações do mundo da Engenharia.
Deixe um comentário em Nós testamos o Kindle