Por que os carros com auto-condução podem mudar nossas vidas Entre os motivos, estão mais saúde, menos stress, mais tempo e espaços livres

A realidade dos carros auto-dirigíveis ainda não é tão imaginável no Brasil, muito menos para a maioria da população, que não teria como arcar com os custos dos carros próprios ou compartilhados. Mas imaginando que toda a nossa frota de carros fosse substituída por eles, quais vantagens teríamos?

Salvar vidas

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, cerca de 1,24 milhão de pessoas em todo o mundo morrem a cada ano em colisões, e até 2030, esse número deverá disparar para 2,2 milhões.
Os carros sem condutor teriam o potencial de reduzir drasticamente o número de acidentes, o que salvaria mais vidas. O Eno Center for Transportation divulgou estudo mostrando que só nos EUA, o número de mortes no trânsito cairia de 33 mil para 11.3 mil.


Redução das emissões de carbono

De acordo com a publicação de 2013 do Global Institute Disruptive Technologies, os carros autônomos reduziriam em 300 milhões de toneladas as emissões de CO2 por ano. É o equivalente a metade das emissões do setor de aviação comercial, por exemplo.

Redução nas compras de carro

Estima-se que a compra de carros nos EUA diminua em 43% com a adoção de carros autônomos. É o que indica o estudo do Instituto de Pesquisa em Transporte da Universidade de Michigan. Uma grande razão para isso é porque será mais rentável usar um carro da frota compartilhada do que o seu próprio veículo autônomo. O custo pode ser reduzido em 80% quando dirigido 16 mil quilômetros por ano.

Menos congestionamentos no trânsito

Um relatório do KPMG, mostra que a capadicade das estradas pode aumentar em 500% nos EUA.

Mais tempo livre

Menos tráfego significa menos disperdício de tempo, consequentemente.  Além disso, enquanto estão no carro as pessoas poderão estar fazendo outras atividades ao invés de dirigir.

Maior produtividade

Pensando na possibilidade de que o tempo economizado seja utilizado para trabalhar, o estudo de Morgan Stanley diz que isso resultaria em 507 bilhões de dólares só nos EUA.

Mobilidade para quem precisa

Os carros auto-dirigíveis são uma saída para tanto os idosos que não dirigem mais, quanto pessoas que vivem com alguma deficiência e não podem dirigir. Isso deixa essas populações mais independentes.

Menos espaços ocupados por estacionamentos

Quando os carros auto-dirigíveis forem compartilhados, não precisaremos mais procurar estacionamentos. Quando forem particulares, eles próprios encontrarão estacionamento, o que nos priva da dor de cabeça de encontrar o lugar. O impacto que isso teria no espaço urbano é enorme, pois os estacionamentos representam grande parte da nossa área urbana atualmente.

Saiu primeiro em: Tech Insider.

Deixe uma resposta