Três boas invenções pra mostrar que o empreendedorismo pode ser sustentável Salvar o planeta ou criar seu próprio negócio? Essas três ideias vão te mostrar que tudo está conectado

Reduzir, Reutilizar e Reciclar. As três palavras da sustentabilidade ficaram pra trás depois que o “Empreendedorismo” virou o lema da vez?

Para essa reportagem da CNN, a solução para salvar o planeta das tragédias ambientais é voltar nos 3 Rs sempre para tudo o que vamos fazer. Afinal, mesmo que não estejamos pensando em salvar o meio ambiente, a nossa simples existência, seja para se alimentar, se deslocar ou ficar parado assistindo Netflix já causa um grande impacto no ecossistema. Mas, se vivermos de maneira sustentável, podemos reduzir os danos ao meio ambiente e melhorar inclusive a nossa qualidade de vida.

Para unir o útil ao agradável, aqui vão cinco exemplos de boas invenções que podem te mostrar que unir o empreendedorismo aos 3 Rs pode ser incrível pra você e pro mundo.

1. A peneira de grafeno que torna a água do oceano potável

Peneira de grafeno pode dessalinizar água do mar. Foto: Reprodução.

Pesquisadores no Reino Unido desenvolveram uma peneira feita de grafeno que é capaz de filtrar sal usando menos energia. Como resultado, água limpa, potável e o principal: ter a segurança de que a água não vai acabar. O cenário previsto pelas Nações Unidas mostra que até 2027, 14% das pessoas no mundo não vão ter acesso à água onde vivem.

2. O Drone Polinizador

Drone é capaz de polinizar flores grandes. Foto: Reprodução.

No Japão, um grupo de pesquisadores está testando drones para que eles transportem pólen de uma planta para outra. Mas os insetos não fazem isso já? Pelas pesquisas, existe um grande número de insetos entrando em extinção, o que prejudica a polinização, responsável por 75% das culturas no mundo. Mas nada substitui ainda o trabalho das abelhas, então esse drone é só uma forma de consertar o que o Homem já destruiu.

Confira um artigo dessa pesquisa neste link.

3. O plástico que dissolve e vira água

A embalagem já é bastante utilizada para guardar mandioca na Indonésia. Foto: Reprodução.

Em um devaneio enquanto observava capas de motociclistas, o indonésio Kevin Kumala decidiu pesquisar formas de fazer o plástico se decompor. A partir de um material biodegradável, ele conseguiu desenvolver sacos, embalagens de alimentos e as capas que deram o start para a ideia. Esses produtos fazem parte da Avani Eco, que está em busca de financiamento para aumentar a produção. Mais informações aqui.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.